21/05/07

O Santo Cruzeiro


Raimundo Irineu Serra, fundador da Doutrina do Daime, intitulou o seu caderno de hinário como "O Cruzeiro Universal". A expressão "Cruzeiro" alude à Cruz de Caravaca, de dois braços, assim como à Constelação do Cruzeiro do Sul ("Cruz del Sur", em espanhol), e também ao "cruzeiro", viagem marítima que cruza um oceano. Segundo José Francisco das Neves Junior, que acompanhou o primeiro trabalho do Mestre Irineu em Rio Branco, em 26 de maio de 1930 (vide depoimento), nessa ocasião já existiam dele os seis primeiros hinos, que eram cantados seguidamente. Segundo Percília Matos da Silva, os hinos teriam começado a serem recebidos em 1934, quando ela foi iniciada nos trabalhos do Mestre, pois foi ela própria enquanto criança alfabetizada quem fez o primeiro registro escrito dos hinos, e se lembra que o Mestre lhe foi ensinando um a um.

Segundo Luiz Mendes do Nascimento, quando se canta no hino "A febre do amor" Completei o meu Cruzeiro com cento e trinta e duas flores. Aí, muitos entendem que ele já estava predizendo a quantidade de hinos que fariam parte do Cruzeiro. Não! Ele não previu isto. Isso foi na sucessão dos hinos que se chegou a 132. Quando ele recebeu este hino, ele cantou assim: Completei o meu Cruzeiro / Com cinqüenta e duas flores / Se tiver alguma de mais / Vós acrescente o meu amor. Quando ele recebeu o próximo, Virgem Mãe Divina, Ele cantou: Completei o meu Cruzeiro / Com cinqüenta e três flores / Se tiver alguma de mais / Vós acrescente o meu amor. E assim sucessivamente, até chegar a cento e trinta e duas flores. O hinário do Mestre Irineu, entretanto, possui cento e trinta hinos, sendo que os hinos número 5, 17 e 25 são cantados apenas em ocasiões especiais, e os hinos 7 e 14 são unicamente cantados no Caderno de Missa, destinado a velórios e rituais de homenagem a falecidos juntamente com outros hinos, alguns seus e outros de alguns de seus seguidores.

Além destes hinos registrados em seu caderno de hinário, Mestre Irineu também é autor de cinco canções conhecidas como "Diversões".

Conheça mais sobre a história da Doutrina do Daime através da monografia de Jairo Carioca.

Para obter o hinário do Mestre em versão pdf para impressão, clique aqui.

Para baixar os arquivos de áudio do hinário do "Santo Cruzeiro", em gravação de Valsírio Granjeiro e família (nesta versão excetuam-se os hinos 5, 7, 14, 17 e 25 que são especiais e/ou não são bailados), extraia o download em:


3 comentários:

Yuri disse...

Arquivos do site que não consegui baixar :

-2ª parte de Caboclo Guerreiro
-1ª parte da Cura do Pd. Sebastião
-Eu sou feliz de Tufi Rachid
-2ª parte de Firmado na luz de Sônia Palhares
-O aprendiz de Eduardo Bayer
-O Cruzeirinho do Mestre à cappella
-2ª, 3ª, e 4ª parte de O Peregrino do Pd. Nonato
-O Ramalho de Raimundo Gomes
-4ª parte de O Segredo da Md. Regina
-Preleção do Pd. Sebastião.

Yuri disse...

Fiz todos os downloads do site, mas existem alguns arquivos que NÃO consegui baixar. Segue relação abaixo para que possa arrumar, pois gostaria muito de completar os downloads.

-2ª parte de Caboclo Guerreiro
-1ª parte da Cura do Pd. Sebastião
-Eu sou feliz de Tufi Rachid (todas partes)
-2ª parte de Firmado na luz de Sônia Palhares
-O aprendiz de Eduardo Bayer
-O Cruzeirinho do Mestre à cappella
-2ª, 3ª, e 4ª parte de O Peregrino do Pd. Nonato
-O Ramalho de Raimundo Gomes (todas partes)
-4ª parte de O Segredo da Md. Regina
-Preleção do Pd. Sebastião

No mais o conteúdo do site é muito bom, e você está de PARABÉNS.
Vai me auxiliar muito em meus estudos.

Não precisa publicar este post, mas se possível gostaria que me enviasse uma resposta quando arrumar os links para que eu possa baixar os arquivos faltantes.
Meu e-mail é yuri.informatica@bol.com.br

Obrigado

Cacique Tupinambá disse...

Sou neófito do Daime em Teresina. Muito Obrigado! Os hinários estam me ajudando muito. Obrigado.